Jesus, a aliança de Deus com o homem (Mt 1:1-17) (2)

Sermon  •  Submitted   •  Presented
0 ratings
· 2 views
Notes
Transcript
INTRODUÇÃO E CONTEXTUALIZAÇÃO
As genealogias eram fundamentais para que fosse possível compreender o desenvolvimento de várias gerações com milhares e milhares de descendentes. Além disso, na cultura dos judeus, era a maneira de ver se uma pessoa era ou não definitivamente pertencente ao povo de Israel, o povo escolhido de Deus.
Podemos dividir a genealogia de Mateus em três partes: os patriarcas (a partir de Abraão, Isaque e Jacó), os que faziam parte da descendência do rei Davi e os que estiveram presos no cativeiro da Babilônia, no exílio.
Geralmente, nas genealogias, a importância dos descendentes dependia da importância dos seus antepassados, mas nesta que estamos estudando, é o contrário, de acordo com o pensamento do autor deste evangelho, Mateus.
Com tudo isso, o que podemos compreender é que Jesus é a ligação da aliança de Deus com o homem. E é sobre isso que eu gostaria de estudar com os irmãos nesta noite, quando relembramos o Natal:
PROPOSIÇÃO: JESUS, A ALIANÇA DE DEUS COM O HOMEM.
Dobradiça: De que maneira podemos compreender que Jesus é esta aliança que se cumpriu? Primeiramente, Jesus é o:
1. CUMPRIMENTO DA PROMESSA (v. 1-2)
Mateus 1.1–2 ARA
1 Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2 Abraão gerou a Isaque; Isaque, a Jacó; Jacó, a Judá e a seus irmãos;
Explicação: Jesus, prometido como filho de Abraão que cumpriria a promessa de que em Abraão todas as famílias da terra seriam benditas. Na verdade, na cultura judaica, todo mundo era considerado filho de Abraão e, como Jesus também é citado, reforça o fato de que também tem descendência judaica.
Jesus, prometido como filho de Davi para cumprir a promessa do verdadeiro Rei que viria para governar Seu povo com justiça e integridade, um Reino não deste mundo, mas que vinha do Senhor.
Aplicação: Quais promessas você continua esperando se concretizarem em sua vida para crer em Jesus de forma definitiva?
Os homens nos fazem tantas promessas, e boa parte delas não se concretizam… Talvez hoje você se sinta frustrado porque sua expectativa não foi atendida como esperava, de uma desilusão por conta de falsas promessas… Seja de quando você era criança, ou então mesmo enquanto adulto.
Ainda que os homens venham a te decepcionar, saiba que Deus jamais fará isso contigo, ele faz tudo conforme Sua vontade!
Números 23.19 ARA
19 Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?
Ele cumpriu em sua vida a vontade dEle, e tem muito mais ainda a realizar. Jesus é a maior e mais completa promessa de Deus a nós.
Jesus já veio, humilhou a Si mesmo, foi reconhecido em figura humana, sofreu como homem as piores dores, as quais nenhum de nós conseguiria aguentar. Ele sofreu por nós até o abandono de Deus quando estava na cruz.
Jesus é o verdadeiro cumprimento da promessa!
Dobradiça: Para mostrar que Jesus é a aliança de Deus conosco, além de ser o cumprimento da promessa, é também:
2. GRAÇA AOS PECADORES (v. 3-10)
Mateus 1.3–10 ARA
3 Judá gerou de Tamar a Perez e a Zera; Perez gerou a Esrom; Esrom, a Arão; 4 Arão gerou a Aminadabe; Aminadabe, a Naassom; Naassom, a Salmom; 5 Salmom gerou de Raabe a Boaz; este, de Rute, gerou a Obede; e Obede, a Jessé; 6 Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi, a Salomão, da que fora mulher de Urias; 7 Salomão gerou a Roboão; Roboão, a Abias; Abias, a Asa; 8 Asa gerou a Josafá; Josafá, a Jorão; Jorão, a Uzias; 9 Uzias gerou a Jotão; Jotão, a Acaz; Acaz, a Ezequias; 10 Ezequias gerou a Manassés; Manassés, a Amom; Amom, a Josias;
Explicação: Estes versículos foram registrados por Mateus de forma a fazer seus leitores entenderem que nosso Deus não age de acordo com a mentalidade humana, Ele vai além do que se pode imaginar!
Ele surpreende até mesmo os judeus ao alcançar e transformar o coração de pessoas com graves pecados e uma pessoa que não era aceita como alguém que vive com dignidade.
Mulheres, geralmente, não eram citadas nas outras genealogias da época. Mas, aqui, são citadas por Mateus: Tamar, Raabe, Rute e Bate-Seba (que foi mulher de Urias), e no v. 16, Maria.
E pra que tudo isso? Para mostrar que nosso Deus é um Deus de graça, que alcança todas as pessoas, homens e mulheres, crianças, adolescentes, jovens, idosos.
Neste contexto, a mulher não era contada, e nesta genealogia, foram contadas mulheres que passaram por situações muito difíceis em suas vidas.
Três delas não eram descendentes diretas do povo de Israel, a primeira era Tamar:
Gênesis 38.6 ARA
6 Judá, pois, tomou esposa para Er, o seu primogênito; o nome dela era Tamar.
A história conta que Er, filho de Judá, era um homem corrompido e mal diante de Deus, e teve sua vida abreviada para que não cometesse mais maldades.
Tamar estava sem filhos, o que era terrível para uma mulher. Por isso, de acordo com a lei do levirato, ela se casou com outro filho de Judá, Onã, que também não viveu muitos anos e deixou Tamar viúva novamente.
Depois de muitas frustrações, Judá ficou viúvo e Tamar voltou para a casa do pai dela. Para ter direitos no futuro, armou um plano para que tivesse um descendente a partir de Judá. Para isso, enganou Judá ao vestir-se como uma prostituta cultual, tendo, assim, relações com ele.
Apesar do seu erro ao ter enganado Judá, ela sabia que teria o direito de participar da linhagem do povo de Israel, não abriu mão da bênção que lhe estava preparada. Deus, em Sua misericórdia, a incluiu nessa herança bendita: fazer parte da linhagem de Jesus.
Raabe era a segunda:
Josué 2.1 ARA
1 De Sitim enviou Josué, filho de Num, dois homens, secretamente, como espias, dizendo: Andai e observai a terra e Jericó. Foram, pois, e entraram na casa de uma mulher prostituta, cujo nome era Raabe, e pousaram ali.
Além delas, temos Rute, uma moabita, ou seja, que não fazia parte do povo de Israel:
Rute 1.4 ARA
4 os quais casaram com mulheres moabitas; era o nome de uma Orfa, e o nome da outra, Rute; e ficaram ali quase dez anos.
Bate-Seba, que teve o caso de adultério com o rei Davi, era casada anteriormente com um homem que não vinha do povo de Israel:
2Samuel 11.3 ARA
3 Davi mandou perguntar quem era. Disseram-lhe: É Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, o heteu.
Deus é aquele que escolhe o improvável, escolhe o incapacitado, escolhe até mesmo aquele que é considerado desprezível por este mundo caído e corrompido. Fica claro aqui que Deus moveu as gerações a fim de trazer pessoas de outros povos a fazerem parte da genealogia de Jesus.
Tem até uma frase muito conhecida, que as pessoas até acham que é um versículo, mas não é, e dizem até que é atribuída ao cientista alemão Albert Einstein: Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.
O Messias, o Salvador do mundo, veio da descendência de pessoas imperfeitas, mas que foram usadas por Ele em grandes propósitos. Entre essas mulheres, havia uma prostituta, Raabe, e uma que traiu seu marido Urias, Bate-Seba.
Saiba que Deus recomeça e transforma histórias de pessoas com passados ruins para terem um futuro abençoado.
Aplicação: E esta ação de Deus não parou nestas pessoas. Hoje, também, Ele está disponível. Saiba que Ele pode transformar sua história, deixar no passado as lembranças ruins, as frustrações, as angústias e toda e qualquer vergonha que você ainda sinta.
Ele perdoa seus pecados e te dá uma nova vida. Ele é misericordioso, a ira dEle que deveria cair sobre sua vida foi desviada, e agora a graça foi derramada, é um favor imerecido, a conquista de uma grande bênção.
Você ganhou o presente mais valioso que alguém poderia receber: a vida de Jesus dentro do seu coração, a paz que vai além de todo o entendimento, a vida eterna! Existe presente melhor do que este? Jamais haverá!
Dobradiça: Jesus é o cumprimento da promessa de Deus, é a graça aos pecadores, e por último, demonstra que Ele traz:
3. FIDELIDADE À PROMESSA (v. 11-16)
Mateus 1.11–16 ARA
11 Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia. 12 Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel, a Zorobabel; 13 Zorobabel gerou a Abiúde; Abiúde, a Eliaquim; Eliaquim, a Azor; 14 Azor gerou a Sadoque; Sadoque, a Aquim; Aquim, a Eliúde; 15 Eliúde gerou a Eleazar; Eleazar, a Matã; Matã, a Jacó. 16 E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama o Cristo.
Explicação: Quando o povo vivia em constante desobediência a Deus, foi necessário que passassem um tempo de castigo no exílio, como no caso dos que tiveram de viver na Babilônia por longos 70 anos.
Isto é resultado de um desprezo às profecias de profetas como Jeremias, que trazia a mensagem de Deus que, se o povo não se arrependesse, os muros da cidade de Jerusalém seriam destruídos, seus bens seriam roubados, sua terra ficaria deserta.
Eles seriam levados por inimigos para viverem em uma terra totalmente estranha e de costumes totalmente diferentes.
Qualquer um poderia pensar que aquela promessa de Deus a Abraão e a Davi, que vimos no início, ela não poderia se concretizar, visto que a possibilidade do povo morrer sem descendentes era grande.
Mas Deus não os deixou desamparados, eles seguiram em frente e, quando libertos do cativeiro, do exílio, puderam voltar para Jerusalém, sua terra.
Aplicação: De uma coisa você pode ter certeza, Deus é fiel e sempre será! Muito mais do que o pensamento de que Ele é fiel a nós, saiba que Ele é fiel a Ele mesmo, fiel à Sua Palavra, às Suas promessas.
Diferentemente da mãe que só prometia que “na volta compraria o presente”, Jesus prometeu que irá voltar para nos dar o verdadeiro presente, é uma promessa que irá se tornar realidade.
Várias coisas já se cumpriram, e ainda há muito a ser realizado, mas tenha certeza de que nosso Deus jamais nos deixará sozinhos.
PONTE CRISTOCÊNTRICA
Vamos ler novamente o texto que li no início do culto:
João 1.1–5 ARA
1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio com Deus. 3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. 4 A vida estava nele e a vida era a luz dos homens. 5 A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.
Ele é a verdadeira luz do mundo, ilumina as trevas que existem em nossos corações. Quando Ele veio, muitas pessoas O ouviram, mas infelizmente, várias não entenderam Sua mensagem e não O receberam em seus corações.
Outras, porém, entenderam, e mais que isso, tiveram suas vidas totalmente mudadas, uma nova história se iniciou.
CONCLUSÃO
Você também faz parte da família de Jesus. Crê nisto? Então se alegre!
Lembre-se que Deus não faz promessas a pessoas perfeitas. São promessas geradas no coração de pessoas pecadoras, falhas, imperfeitas, mas que foram guiadas por Deus para fazerem parte do propósito redentivo de Israel.
Ou seja, observando esta genealogia, entendemos que, na linhagem de Abraão, ao longo dos séculos, esta chegou até Jesus Cristo.
Ele alcançou pecadores ao arrependimento, somente pela graça do Senhor é que foi possível tudo isso se cumprir.
Tudo mostra como Ele é um Deus fiel que abençoa no tempo da adversidade, no tempo do exílio, no tempo até mesmo de um castigo.
Que, neste Natal, Jesus renasça no seu coração, que seja em definitivo, que seja uma real transformação.
Lembre-se de Jesus não somente no Natal, mas todos os dias, medite em Sua Palavra, busque ao Senhor, e verá que Ele fará coisas maravilhosas, excelentes, coisas das quais jamais provou!
1Coríntios 2.9 ARA
9 mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.
Jesus te abençoe poderosamente!
Related Media
See more
Related Sermons
See more