Sem título Sermão

Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 3 views
Notes
Transcript

Gratidão

Lucas 17.11–17 NVI
A caminho de Jerusalém, Jesus passou pela divisa entre Samaria e Galiléia. Ao entrar num povoado, dez leprosos dirigiram-se a ele. Ficaram a certa distância e gritaram em alta voz: “Jesus, Mestre, tem piedade de nós!” Ao vê-los, ele disse: “Vão mostrar-se aos sacerdotes”. Enquanto eles iam, foram purificados. Um deles, quando viu que estava curado, voltou, louvando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Este era samaritano. Jesus perguntou: “Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove?
A gratidão é um sentimento poderoso, que desencadeia uma “explosão” de neurotransmissores capazes de proporcionar sensação de bem-estar, prazer e tranquilidade.
GRATIDÃO VICIA
“Ao emanarmos pensamentos de gratidão, uma poderosa liberação de neurotransmissores acontece. Eles, por sua vez, ativam cadeias neurais importantes que quando estimuladas trazem uma sensação de bem-estar e tranquilidade e tem o poder de reduzir sentimentos negativos, como a ansiedade e o medo” afirma Carolina.
BENEFÍCIOS DA GRATIDÃO
Um estudo recente publicado em abril de 2017 descobriu que as pessoas que experimentam e expressam a gratidão reportam menos sintomas de doenças físicas e uma melhor qualidade do sono. Embora os efeitos imediatos da gratidão sejam claros, os autores argumentam que a gratidão também contribui para o sucesso a longo prazo nas relações e no bem-estar pessoal.
http://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15358593.2017.1293836
Um estudo de 2009 realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos EUA descobriu que o hipotálamo é ativado quando nos sentimos gratos ao realizar atos com uma intenção altruísta. Embora possa ser difícil de acreditar, esta pesquisa apoia a afirmação de que, literalmente, não podemos funcionar bem sem a gratidão, porque o hipotálamo é a parte do nosso cérebro que regula funções corporais importantes, como o apetite, o sono, a temperatura, o metabolismo e o crescimento.
A boa notícia é que a gratidão é viciante, no bom sentido da expressão. Os atos de bondade e de agradecimento liberam grandes quantidades de dopamina, uma recompensa natural que funciona como estimulante para continuarmos motivados a cultivar o próprio agradecimento.
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2733324/
segundo um estudo de 2012 publicado na revista Personality and Individual Differences, as pessoas gratas experimentam menos dores e afirmam se sentir mais saudáveis do que as outras.
- Isso ocorre porque a dopamina é um neurotransmissor que desempenha um papel essencial no processamento da dor, e seu efeito analgésico é muito importante.
a gratidão pode reduzir a pressão arterial e melhorar a função imunológica.
a gratidão é associada a níveis mais altos de colesterol bom (HDL) e níveis mais baixos de colesterol ruim (LDL).
Vários estudos científicos sobre a gratidão produziram o mesmo resultado: a gratidão aumenta a qualidade do sono, diminui o tempo necessário para adormecer e prolonga a duração do sono.
A gratidão também estimula o hipotálamo, região do cérebro que liga o sistema nervoso ao sistema endócrino por meio de uma glândula chamada pituitária, e libera ocitocina na corrente sanguínea. As consequências são aumento de afetividade, tranquilidade, redução da ansiedade e do medo. Em geral, pessoas que se sentem gratas com mais frequência exibem níveis elevados de emoções positivas, satisfação com a vida, vitalidade e otimismo.
“Gerar sentimentos de gratidão é uma escolha, isto é, temos que optar por começar a perceber a vida de uma nova forma. É preciso construir o hábito de reconhecer coisas boas internamente, independente das circunstâncias que hoje você está vivendo”
1Tessalonicenses 5.18 NVI
Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.
Veja agora 5 dicas para praticar a gratidão e ficar de bem com a vida:
1. Construa a gratidão: Para a gratidão existir, ela precisa ser construída pelo nosso pensamento, ou seja, você precisa pensar nela, pensar em tudo que você já conquistou, que você já recebeu, sejam coisas simples ou grandes conquistas, bens materiais ou relacionamentos importantes.
2. Escolha o positivo em vez do negativo: Quando se pegar triste, com pensamentos negativos, calmamente escolha substituí-los por pensamentos conscientes de situações boas, harmonia e gratidão, garantindo assim que o cérebro e a personalidade sejam positivamente alterados, pois o cérebro tende a repetir o que traz bem-estar.
3. Faça listas: É interessante como temos listas de pedidos de oração, mas a pergunta que deveríamos nos fazer é: porque não temos também listas de agradecimentos?
Vale o seu conforto material, como casa, chuveiro com água quente nos dias frios, cama aconchegante, carro, bicicleta, comida na mesa, viagens, etc. Agora agradeça por cada uma delas fazer parte de seu dia a dia, sendo que na maior parte do tempo você não percebe que elas existem.
Procurei algumas listas de razões para sermos gratos a Deus e encontrei desde uma lista com 3 motivos até listas com mais de 100 motivos!
Salmo 106.1 NVI
Aleluia! Dêem graças ao Senhor porque ele é bom; o seu amor dura para sempre.
4. Retribua: Que tal retribuir uma tarefa que geralmente alguém faz para você? O café da manha, almoço ou jantar. Tirar o lixo, arrumar uma gaveta, enfim fazer uma tarefa que outra pessoa faz também é uma forma de exercitar a gratidão por essa pessoa existir e fazer parte de sua vida.
5. Construa um diário: Você ainda pode construir um diário listando pelo menos cinco coisas pelas quais ficou grato. Pode ser a generosidade de um amigo, algo novo que aprendeu, uma situação gostosa, um momento inesquecível. Faça isso por pelo menos por 8 semanas, e repare em si mesmo as mudanças na forma de ver a vida. Também pode trocar o diário por um recipiente, com um vidro, para colocar seus agradecimentos todos os dias.
Em um estudo de 2007 sobre os benefícios da gratidão em pacientes com hipertensão, os resultados mostraram uma diminuição significativa da pressão arterial sistólica. O que os participantes fizeram foi contar suas bênçãos uma vez por semana. Esta pesquisa também descobriu que escrever em um diário de gratidão pode reduzir a pressão arterial em 10%.
Related Media
See more
Related Sermons
See more