PAULO, TIMÓTEO E OS SANTOS

Alegria  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 24 views
Notes
Transcript

PAULO, TIMÓTEO E OS SANTOS TEXTO BASE FP 1:1-2

INTRODUÇÃO

Alegria o tema central da carta aos Filipenses
O que demonstra um paradoxo, pois Paulo está na prisão quando escreve a carta.
A palavra Alegria aparece 5 vezes na carta
A alegria na oração Fp 1:4
A alegria que vem da fé Fp 1:25
A alegria que surge da união da igreja Fp 2:2
A alegria em receber irmãos que estavam distantes Fp 2:29
A alegria de permanecer firme no evangelho Fp 4:1
O verbo alegrar aparece 7 vezes
Paulo se alegra pelo evangelho estar sendo anunciado Fp 1:18
Paulo se alegra por por morrer pela causa do evangelho Fp 2:17
A igreja deve se alegrar pelo sofrimento que enfrenta por causa do evangelho Fp 2:18
A igreja deve se alegrar quando um irmão tem a saúde restaurada. Fp 2:28
A igreja deve viver alegre em tudo, não porque gostam de sofrer, mas porque estão no Senhor Jesus Cristo Fp 3:1
A alegria da igreja independe das circunstâncias Fp 4:4
A alegria pelo fruto produzido na vida dos crentes Fp 4:10

EXPOSIÇÃO - SAUDAÇÃO

PAULO

Sabemos dele o que as Escrituras nos informam
Israelita de nascimento - Da tribo de Benjamim
Fariseu - Um partido dentro do judaísmo que requeria rigorosa observância da Lei e das tradições dos mestres.
Foi aluno de Gamaliel - um dos mais importantes mestres da época.
Atos dos Apóstolos 22.3 RA
3 Eu sou judeu, nasci em Tarso da Cilícia, mas criei-me nesta cidade e aqui fui instruído aos pés de Gamaliel, segundo a exatidão da lei de nossos antepassados, sendo zeloso para com Deus, assim como todos vós o sois no dia de hoje.
Sobre os Fariseus:
Inteligentes
Estudantes dedicados à Lei de Deus
Cumpridores de todas as tradições e regras da lei diariamente (O verdadeiro Israelita).
Separatistas - não se misturavam com os demais.
A seita mais severa do Judaísmo.
Paulo mesmo afirma que pertencia ao grupo mais severo do judaísmo.
Atos dos Apóstolos 26.4–5 RA
4 Quanto à minha vida, desde a mocidade, como decorreu desde o princípio entre o meu povo e em Jerusalém, todos os judeus a conhecem; 5 pois, na verdade, eu era conhecido deles desde o princípio, se assim o quiserem testemunhar, porque vivi fariseu conforme a seita mais severa da nossa religião.
4. Tinha cidadania Romana que herdou de seus pais, portanto tinha privilégios de um cidadão Romano.
Atos dos Apóstolos 22.24–26 NVI
24 o comandante ordenou que Paulo fosse levado à fortaleza e fosse açoitado e interrogado, para saber por que o povo gritava daquela forma contra ele. 25 Enquanto o amarravam a fim de açoitá-lo, Paulo disse ao centurião que ali estava: “Vocês têm o direito de açoitar um cidadão romano sem que ele tenha sido condenado?” 26 Ao ouvir isso, o centurião foi prevenir o comandante: “Que vais fazer? Este homem é cidadão romano”.
Paulo se esforçava grandemente em cumprir a Lei
Gálatas 1.13–14 RA
13 Porque ouvistes qual foi o meu proceder outrora no judaísmo, como sobremaneira perseguia eu a igreja de Deus e a devastava. 14 E, na minha nação, quanto ao judaísmo, avantajava-me a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais.
Filipenses 3.5–6 RA
5 circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, fariseu, 6 quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível.
5. Perseguidor da Igreja
Atos dos Apóstolos 8.1–3 RA
1 E Saulo consentia na sua morte. Naquele dia, levantou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém; e todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judeia e Samaria. 2 Alguns homens piedosos sepultaram Estêvão e fizeram grande pranto sobre ele. 3 Saulo, porém, assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, encerrava-os no cárcere.
Atos dos Apóstolos 9.1–2 RA
1 Saulo, respirando ainda ameaças e morte contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote 2 e lhe pediu cartas para as sinagogas de Damasco, a fim de que, caso achasse alguns que eram do Caminho, assim homens como mulheres, os levasse presos para Jerusalém.
Recapitulando...
Saulo
Judeu de nascimento (sua descendência sanguínea)
Fariseu profundo conhecedor da Lei de Deus (seus diplomas)
Discípulo de Gamaliel (seu currículo)
Cidadão Romano com direitos e privilégios (sua posição social)
Perseguidor da Igreja (sua justiça própria)
Sua descendência sanguínea, seus diplomas, seu currículo, sua posição social, sua justiça própria tornaram-se lixo quando ele se encontrou com Cristo.
Filipenses 3.7–8 NVI
7 Mas o que para mim era lucro, passei a considerar como perda, por causa de Cristo. 8 Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo
Todo mérito no qual Paulo poderia se apoiar, simplesmente se tornou nada quando ele a comparou com a suprema grandeza do conhecimento de Criso Jesus.
Logo depois do encontro com Jesus… passou de Fariseu e perseguidor da Igreja a:
6. Apóstolo de Jesus Cristo aos gentios.
Apóstolo:Enviado
Atos dos Apóstolos 9.3–6 RA
3 Seguindo ele estrada fora, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor, 4 e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? 5 Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; 6 mas levanta-te e entra na cidade, onde te dirão o que te convém fazer.
Atos dos Apóstolos 9.15 RA
15 Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel;
Apóstolo de Jesus aos gentios:
chamado para ser apóstolo (Rm 1:1)
apóstolo pela vontade de Deus (1Co 1:1, 2Co1:1, Ef 1:1, Cl 1:1, 2Tm 1:1)
apóstolo pelo mandado de Deus (1Tm 1:1)
apóstolo por Jesus Cristo (GL 1:1)
Paulo não se via como um homem que conquistou o ministério por suas credenciais.
Mas, sim por que chamado, pela vontade de Deus, pelo mandado de Deus e por Jesus Cristo.
2Coríntios 4.1 NVI
1 Portanto, visto que temos este ministério pela misericórdia que nos foi dada, não desanimamos.

TIMÓTEO

Filho de Paulo na Fé
Jovem Pastor da igreja de Éfeso (2 cartas pastorais - o torna modelo para os jovens).
Algumas de suas qualidades:
Fidelidade 1Co 4:17
Santidade 1Tm 5:22
Fé verdadeira 2Tm 1:5
Conhecedor das Escrituras 2Tm 3:14-15
Cooperação Rm 16:21

Servos de Jesus

Paulo e Timóteo
servos de Cristo Jesus,
Paulo se apresenta como escravo de Jesus em 3 de suas cartas - 1 delas é Filipenses (cf. v.1)
Se definir como escravo numa cultura que supervalorizava a liberdade era uma demonstração prática de sua relação com Cristo.
Como apóstolo de Jesus Paulo não via outra possibilidade a não ser fidelidade ao Senhor que o chamou.
1Coríntios 9.16 RA
16 Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho!
E essa fidelidade lhe custou muitas coisas e nos ensina que o ministério tem suas alegrias, mas também tem seus custos.

Exemplos dos custos que Paulo teve por sua fidelidade:

Risco de morte At 9:22-25, At 9:29, At 23:21
Rejeição (At 9:26)
Perseguição At 13:50
Apedrejamento At 14:19
Chibatadas, prisões At 16:22-23, At 20:23
Processos At 18:12-13
Lágrimas e privações At 20:18-20
Espancamento e algemas At 21:31-33
Emboscadas At 25:1-3
Naufrágio At 27:9-10
Picada de cobra At 28:3
Espinho na Carne - 2Co 12:7-9
Outros sofrimentos 1Co 4:9-13, 2Co 11:23-27
Preocupações com a Igreja 2Co 11:28-29
Por fim sua fidelidade ao ministério lhe custou a própria vida -(Paulo foi decapitado em 90 depois de Cristo).
O ministério é difícil; traz alegrias, mas também sofrimentos e angústia. E tudo isso deveria servir de exemplo para nós.
2Coríntios 2.14–17 NVI
14 Mas graças a Deus, que sempre nos conduz vitoriosamente em Cristo e por nosso intermédio exala em todo lugar a fragrância do seu conhecimento; 15 porque para Deus somos o aroma de Cristo entre os que estão sendo salvos e os que estão perecendo. 16 Para estes somos cheiro de morte; para aqueles, fragrância de vida. Mas quem está capacitado para tanto? 17 Ao contrário de muitos, não negociamos a palavra de Deus visando lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus.

Os Santos (v.1b) - leitores da carta

a todos os santos
em Cristo Jesus,
Santo: separado - do uso profano por Deus para Deus
Um objeto é santo quando o separamos para um determinado propósito. Cite exemplos de utensílios domésticos.
Santidade posicional: em Cristo Jesus
Santidade imputada ou herdada: Cristo leva minha roupa suja de pecado, e me dá sua veste limpa de justiça.
Quem está em Cristo é santo, separado por Deus e para Deus para um determinado propósito.
2Timóteo 2.20–21 RA
20 Ora, numa grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata; há também de madeira e de barro. Alguns, para honra; outros, porém, para desonra. 21 Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra.

A saudação v.2

graça e paz
a vós outros,
da parte de Deus,
nosso Pai,
e do Senhor Jesus Cristo.