UMA GRANDE FESTA SEM CONVIDADOS SUFICIENTES -LC. 14.15-24

PARÁBOLA  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 3 views
Notes
Transcript

INTRODUÇÃO

Um homem que deu um banquete. Seus convidados não vieram, então ele convidou o aleijado, o pobre e o cego.O significado desta grande ceia é o reino de Deus. Os convidados estavam sabendo do convite, e o empregado só ficou encarregado de lembrá-los que a ceia estava pronta. Mas que decepção quando ninguém compareceu! E as desculpas apresentadas eram muito superficiais. Algumas horas no banquete não iriam atrapalhar a vida de ninguém.

Por que muitos não aceitaram o convite?

O que vemos, por essa parábola, é que há três atividades que atrapalham a vida espiritual de muita gente:
1. As posses ou a propriedade;
2. A profissão ou os negócios;
3. A família ou o casamento.
Essas atividades são licitas e corretas, mas estamos com o foco errado quando elas nos impedem de aceitar o convite divino. Quando essas atividades tomam o primeiro lugar nas nossas vidas e se tornam ídolos, entram em choque direto com a Pessoa que deve ocupar o primeiro lugar em nosso viver.

Mas, afinal, quem eram os convidados que rejeitaram o convite divino?

Os que ouviam as palavras de Jesus logo pensaram que Ele estava se referindo somente aos fariseus.
Mas Jesus incluiu todos os hipócritas religiosos que se julgavam “santos” como eles.

Entretanto, o banquete se realizaria de qualquer jeito.

E, então, os convidados foram trocados. Os novos convocados pertenciam a duas categorias de marginalizados.
Primeiro, os que perambulavam pela cidade: os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. Todas as que foram excluídas da vida social. Mas ainda havia lugar, porque o banquete do reino é maior que “coração de mãe”.
Então, Jesus os surpreendeu e disse que o convite se estendia a uma segunda categoria de marginalizados: os que estavam pelas estradas e caminhos, os que estavam fora da cidade.

Mas quem eram esses?

Os gentios de fora da Palestina, em todos os tempos e lugares do mundo.
No reino de Deus há justiça suficiente para os marginalizados de todos os sistemas sociais do mundo.
Só não há lugar para os que foram convidados, sabiam do banquete e mesmo assim não deram importância, apresentando desculpas esfarrapadas para não comparecer.

É muito importante saber: o homem só é rejeitado por Deus quando Deus é rejeitado pelo homem.

Ninguém pode, por isso, culpar a Deus. Nós sabemos que o convite para o banquete é o convite para aceitar o evangelho e buscar em primeiro lugar o seu reino e a sua justiça. Então, qual é a sua resposta para o convite? Uma desculpa furada?

Conclusão

Essa parábola retrata o convite de Deus para os homens participarem do banquete espiritual e ilustra o convite que Ele faz a todos para a salvação.
Ninguém é deixado de fora. Todos são convidados. A entrada é totalmente franca.
A única maneira de alguém não participar do banquete espiritual que Jesus oferece a todos é recusando o convite.
Mas graças a Deus que há lugar para os piores de todos os homens. Ninguém é tão ruim que não possa participar dessa grande ceia. Mas sendo bons ou maus, o único critério que temos de cumprir para entrarmos na festa é aceitar, de graça, o que está sendo oferecido! Você já aceitou ou ainda recusa esse convite gracioso?
A busca por fama entre os homens desqualifica uma pessoa para o Reino (14.7–14).• A parábola do grande banquete – A resposta negativa dos religiosamente aceitáveis à mensagem do Reino dá impulso à decisão divina de recompensar os gentios e judeus rejeitados (14.15–24).
Related Media
See more
Related Sermons
See more